MODA/BELEZA

A VERDADE SOBRE A VITAMINA “D”.

A VERDADE SOBRE A VITAMINA “D”

Por Lucia Souza

O sol é mesmo rico em vitamina D? Vitamina D faz mesmo bem a pele? As dúvidas são muitas quando esse é o assunto e serão esclarecidas aqui. Afinal de contas o que é, para que serve, quais os benefícios e sinais de ausência deste composto.

De acordo com a doutora Veridiana Abud, da clínica For All Group, de São Paulo a vitamina D é um micronutriente que age em muitos processos no organismo. “Ela garante a saúde dos ossos, regula o sistema imunológico, cardiovascular, auxilia na saúde da pele dentre outras ações” explica. Segundo a especialista a vitamina D é um antioxidante e, portanto, promove na pele um efeito protetor contra o envelhecimento e atua também na renovação celular, além de possuir propriedades antimicrobianas. “A sua deficiência leva a ao prejuízo dessas ações”, esclarece a médica Veridiana Abud.

Mas o que a ciência valida com relação a vitamina D? A dermatologista Fabiana Seidl fala que quando o assunto é pele ainda não há comprovação científica sobre todos os benefícios. “O que foi comprovado cientificamente é que baixos níveis de vitamina D influenciam em certas doenças crônicas como dermatite atópica, rosácea e psoríase, favorecendo a exacerbação das lesões”, revela. E acrescenta. “Por influenciar na parte imunológica, a vitamina D é fundamental para manter íntegra a barreira da pele e deve ser suplementada caso esteja insuficiente ou deficiente”, alerta a médica Fabiana Seidl, do Rio de Janeiro.

Ela chama a atenção para o fato de que baixos níveis de vitamina D estão associados a uma piora na queda dos cabelos e que deve ser investigados nesses casos.

E o que a especialista diz sobre a associação entre sol, pele e vitamina D. “O sol é importante para a conversão de pró vitamina D em vitamina D, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam não é necessário prolongar a exposição solar. Poucos minutos por dia, com braços ou pernas expostas é o suficiente e a maioria das pessoas já faz isso normalmente, não sendo necessário mudar a rotina”, destaca a doutora Fabiana Seidl.

A alimentação também desempenha importante papel quando o assunto é o composto. “A vitamina D é encontrada em alimentos como peixes gordurosos, óleo de fígado de bacalhau, cogumelos secos, ovos, leite e derivados”, conclui a médica Veridiana Abud, formada em Medicina pela Universidade Cidade de São Paulo em 2017.

Related posts

NO INVERNO OS CABELOS TAMBÉM MERECEM TODOS OS CUIDADOS POSSÍVEIS NÃO ESQUEÇAM

Marco Moraes

ALINE MALAFAIA EMAGRECEU OITO QUILOS DURANTE A QUARENTENA

Marco Moraes

TEMOS QUE TER UM CUIDADO MAIOR COM AS UNHAS DURANTE A PANDEMIA

Marco Moraes

Comentar