MODA/BELEZA

A VERDADE SOBRE A VITAMINA “D”.

A VERDADE SOBRE A VITAMINA “D”

Por Lucia Souza

O sol é mesmo rico em vitamina D? Vitamina D faz mesmo bem a pele? As dúvidas são muitas quando esse é o assunto e serão esclarecidas aqui. Afinal de contas o que é, para que serve, quais os benefícios e sinais de ausência deste composto.

De acordo com a doutora Veridiana Abud, da clínica For All Group, de São Paulo a vitamina D é um micronutriente que age em muitos processos no organismo. “Ela garante a saúde dos ossos, regula o sistema imunológico, cardiovascular, auxilia na saúde da pele dentre outras ações” explica. Segundo a especialista a vitamina D é um antioxidante e, portanto, promove na pele um efeito protetor contra o envelhecimento e atua também na renovação celular, além de possuir propriedades antimicrobianas. “A sua deficiência leva a ao prejuízo dessas ações”, esclarece a médica Veridiana Abud.

Mas o que a ciência valida com relação a vitamina D? A dermatologista Fabiana Seidl fala que quando o assunto é pele ainda não há comprovação científica sobre todos os benefícios. “O que foi comprovado cientificamente é que baixos níveis de vitamina D influenciam em certas doenças crônicas como dermatite atópica, rosácea e psoríase, favorecendo a exacerbação das lesões”, revela. E acrescenta. “Por influenciar na parte imunológica, a vitamina D é fundamental para manter íntegra a barreira da pele e deve ser suplementada caso esteja insuficiente ou deficiente”, alerta a médica Fabiana Seidl, do Rio de Janeiro.

Ela chama a atenção para o fato de que baixos níveis de vitamina D estão associados a uma piora na queda dos cabelos e que deve ser investigados nesses casos.

E o que a especialista diz sobre a associação entre sol, pele e vitamina D. “O sol é importante para a conversão de pró vitamina D em vitamina D, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam não é necessário prolongar a exposição solar. Poucos minutos por dia, com braços ou pernas expostas é o suficiente e a maioria das pessoas já faz isso normalmente, não sendo necessário mudar a rotina”, destaca a doutora Fabiana Seidl.

A alimentação também desempenha importante papel quando o assunto é o composto. “A vitamina D é encontrada em alimentos como peixes gordurosos, óleo de fígado de bacalhau, cogumelos secos, ovos, leite e derivados”, conclui a médica Veridiana Abud, formada em Medicina pela Universidade Cidade de São Paulo em 2017.

Related posts

TEMOS QUE TER UM CUIDADO MAIOR COM AS UNHAS DURANTE A PANDEMIA

Marco Moraes

ALINE MALAFAIA EMAGRECEU OITO QUILOS DURANTE A QUARENTENA

Marco Moraes

BOTOX, ONDE E QUANDO DEVE SER APLICADO ? OS DOUTORES EXPLICAM.

Marco Moraes

Comentar