“ANO 2022”  — COMEÇOU QUENTE E NÃO FOI SÓ NA TEMPERATURA AMBIENTE

O ano começou, com pouca chuva muito sol e temperaturas altas e nós simples mortais continuamos observando o avanço de uma nova cepa do vírus que amedronta a todos, mesmo os vacinados e quem sabe os não vacinados também.

Vemos todos os dias as filas imensas nos locais onde estão aplicando os testes para detectar o vírus, e a proporção de pessoas infectadas assusta as autoridades que estão de olho no aumento de procura por leitos nos hospitais públicos que voltam a correr contra o tempo para abrir novos leitos que foram fechados, já que a vacinação de grande parte da população conseguiu controlar a variante Delta, mais agora temos a Ômicrom.

Sabemos que as vacinas que estão aplicando, não nos livra da contaminação do vírus, mas deixa o organismo mais resistente e se houver o contato com alguém infectado o corpo reage com mais força e assim a ação do intruso é mais branda e na grande maioria das vezes evitando internações e a quarentena é feita em casa.

O calor está forte, e a paciência com relação aos protocolos vem diminuindo a cada dia, se bem que deveríamos continuar com o uso de máscaras, usar o álcool em gel, mais principalmente lavar as mãos com água e sabão, só que esses pequenos gestos estão caindo em desuso e o controle do vírus está sendo negligenciado. Temos todos que lembrar que é importante esses hábitos de higiene e não deixar pra lá como está sendo feito por muitos.

Vamos criar coragem e tomar a vacina .. Ela salva você de um mal pior .. não vá pela cabeça dos negacionistas, pois na hora do vamos ver não serão eles que vão segurar sua mão .. levem suas crianças, elas também precisam ser imunizadas, pais tenham respeito pelos seus filhos.

VAMOS NOS VACINAR  — até para acabar com esse disse me disse de que isso pode acontecer com segurança e aquilo não pode por que não tem segurança e vai disseminar o vírus e as autoridades vão perder o controle, que no meu modo de ver nunca tiveram.

Marco d Moraes