ESPORTES

VASCO TENTA DE TODAS AS MANEIRAS MARCAR UM GOL NA ESTREIA DO CARIOCÃO, SÓ QUE O BANGU CONSEGUE SEGURAR O EMPATE

Texto e Imagens: Marco d Moraes

O Vasco fez a sua estreia na Taça Guanabara, que é o primeiro turno do Campeonato Carioca, o jogo foi em casa que por sinal estava lotada, mas o Bangu estragou a festa.

O novo treinador Abel Braga mandou a campo o que tinha de melhor para o momento, inclusive o mais novo contratado Germán Cano que ainda está se adaptando ao estilo de jogo mas não foi mal em campo. O que não esperavam é que o adversário fosse tão carne de pescoço e conseguisse segurar o ataque vascaíno, e o goleiro Matheus Inácio enquanto esteve em campo, só não fez chover e defendeu tudo e mais um pouco frustando todos os torcedores que pediram várias vezes para que o time se empenhasse mais na partida.

O Vasco foi melhor o jogo todo, com exceção de um chute ao gol na etapa inicial e uma cabeçada perigosa na etapa final na direção do gol de Fernando Miguel, o Gigante da Colina mandou na partida mas pecou na falta de criatividade deixando sua torcida enfurecida em alguns momentos, agora os torcedores não tem razão em protestar no final do jogo proferindo xingamentos ao presidente do clube o que sempre leva a ter algumas brigas principalmente do lado das arquibancadas sociais.

Mas voltando a partida, o Vasco teve três oportunidades de gol e não marcou e o Bangu exagerou na cêra,  e isso deixou o jogo morno e mesmo com nove minutos de acréscimos isso irritou muito a todos.

A próxima partida já é um clássico contra o Flamengo e o treinador vai colocar em campo outro time, ou melhor vai jogar com o sub-20 como o adversário está fazendo, vamos observar o que isso vai resultar?

 

 

 

Related posts

NO NILTON SANTOS O BOTAFOGO VENCEU O VILA NOVA E ENCOSTOU NO G4, SÓ QUE O SUFOCO NO FINAL PARA O TORCEDOR NÃO TEVE GRAÇA

Marco Moraes

BOTAFOGO TROPEÇA E SÃO PAULO LEVA OS TRÊS PONTOS PARA CASA

Marco Moraes

FLAMENGO VENCE O VOLTAÇO, LEVANTA A TAÇA GUANABARA E AGORA QUER LEVANTAR A DE CAMPEÃO DO CARIOCÃO’21

Marco Moraes

Comentar